10 de jul de 2011

Os anjos cap. 1

Mais um dia em minha vida cercada de lutas e vitorias.
São 17h55min, eu deito em minha cama. Aquela que me acalentou quando eu estava triste e me aplaudiu quando eu venci.
É meia noite, o sino da igreja começa a badalar. Levanto-me da cama, vou até a janela, ao olhar para fora vejo todas as luzes da rua se apagar, volto a tentar dormir, ao deitar na cama sinto o chão estremecer, um vento frio sopra e abre a janela, me assusto, me levanto e fecho a janela. De repente vejo a porta abrir-se lentamente, não dou atenção e volto a deitar-me.
A 11° badalada do relógio anuncia o rompimento de mais um dia. Mas antes da 12° badalada ouço um estrondo, é minha janela que se espatifa diante dos meus olhos. Assusto-me novamente, de repente um ser negro surge diante de mim. O anjo da morte que veio buscar minha alma, Um anjo negro empunhando uma foice cinza com traços de sangue. Nesse momento corro no quarto e acabo derrubando meus pertences e espalhando tudo pelo chão.
Neste momento me desespero, minha filha acorda, chega à porta do meu quarto e me pergunta o que esta havendo. Não consigo respondê-la minha língua esta presa, o medo nesse momento já tem me consumido, apenas peço que ela se afaste. É quando aquele Ser que para ela é invisível aproxima-se dela e enfia a sua foice no peito de minha pequena filha.
Após ceifar a vida de minha pequena filha e enfim fala suas primeiras palavras: - Estás pagando o preço. Logo depois ele some levando consigo a alma doce de minha filhinha.
O ódio toma conta de mim, sinto-me impotente por não poder vingar-me daquele que desconheço o nome, o desejo de vingança toma o meu corpo e da minha mente. Tentarei suicídio, não vale mais a pena viver sem aquela a quem mais amo. Abro minha gaveta da cômoda tiro minha arma, estou decidido a ceifar minha própria vida, ponho as balas na arma e encosto acima do meu ouvido.
Enquanto preparo-me para cometer suicídio com a intenção de juntar-me à minha filha sinto um ar de ternura e paz entrar no meu quarto, um anjo de luz, este ser de luz de quem estou diante entra em minha casa e põe tudo aquilo que havia sido derrubado no lugar de origem, eu pergunto quem é ele e me diz que é Miguel e que esta aqui para ajudar-me eu falo que ele chegou tarde demais e o anjo negro já tinha levado a alma de minha filha. Ele me responde: - Eu cheguei na hora exata! Você passou por aquilo que você merecia passar, vendeste tua alma e foste cobrado por isso! Mas estou aqui para ajudar você a recuperar sua filha mas, você terá que provar que esta disposto a tudo para isso. Então o respondo: - Estou disposto a tudo entrego minha alma pela dela se for preciso! O anjo se enfurece: - Respeite-me! Não quero sua alma! Estou aqui por que meu pai mandou-me nessa missão e eu cumprirei a vontade dele.

Um comentário:

  1. Muito fofo o que vc escreveu,é bem isso mesmo,a fé sempre em 1º lugar abraço amigo.

    ResponderExcluir