1 de abr de 2011

Doido

Me chamam doido
Não me entendem
Pisam-me e enlouquecem-me
Maltratam-me e me tiram a alegria

Me chamam doido
Doido por quere ser alguém
alguém que mude vidas
E essas vidas me esfaqueiam

Me chamam doido
O doido que ama e chora
O doido que clama por amor
O doido que está mais doido

Nenhum comentário:

Postar um comentário