2 de mai de 2012

Desilusoes Txt 1

Mergulhado em um mar de desilusões eu me pergunto o que fiz de tão grave para não merecer o amor daquela pessoa que tanto estimo. Talvez tenha sido erro meu dar tanto carinho e atenção aquela pessoa, mas eu ate já sabia que não seria correspondido e na primeira oportunidade ela me jogaria fora como um copo descartável, como uma bolinha de papel. Eu, mesmo sabendo e tendo consciência de todos os fatos que provavelmente aconteceriam e que realmente aconteceram, mergulhei nesse mar de ilusão que se chama amor. E o pior de todos os meus males é que passou pela minha vida aquela aquém eu deveria ter amado e não amei aquela que me deu carinho e atenção enquanto eu recusava preferindo sofrer nas garras daquela leoa maldita que tanto me fez sofrer e chorar, eu imagino se ela também está sofrendo como eu. Será que ela já encontrou alguém que não corresponda seu amor?  Que a machuque e a pise como ela fez comigo? Não, se a conheço bem ela deve estar bem. Deve estar muito feliz enquanto choro e sofro na solidão. Tudo passa, eu compreendo, mas essa saudade maldita que rasga meu peito feito uma adaga mórbida que transpassa a carne a envenenando.
            Toda ternura que eu sentia por ela vem se transformando em ódio e hoje é esse ódio que me mantém vivo. Planejando uma vingança que eu sei que jamais ira acontecer por que sempre que tento machucá-la acabo por ser impedido por uma força sobrehumana que se chama compaixão. Mas como posso ter compaixão daquela que mais me machucou? Todos dizem que eu a amo e talvez até seja verdade mesmo. Todo esse ódio que digo sentir talvez seja o famoso amor reprimido. Mas já não tenho mais controle sobre isso e acabo mergulhado mais ainda neste mar de desilusão.
            A nossa história talvez seja tão conturbada que nem seja possível contar. Ela simplesmente passou do meu lado e me olhou, disse algumas palavras, e acabou por me conquistar. Era linda! Um olhar sincero e meigo, um sorriso brilhante e um beijo doce. Eu frágil garoto me deixei envolver por aqueles lábios ardentes e corpo sensual. Ela era perfeita! me diziam meus amigos. Eu era popular e ela a mais linda de todas as mulheres conhecidas. Seria uma perfeita união, que com certeza seria duradoura.
           

Nenhum comentário:

Postar um comentário